17 de ago de 2015

O começo de Tudo, como descobri a cardiopatia de meu filho.

As vezes Deus nos mostra caminhos que devemos seguir, e mesmo assim questionamos e ainda teimamos em não seguir.
Sinto que essa é uma das minhas missões, tentar ajudar a quem precisa, ensinando o pouco que sei!
Bem chegou a hora, vamos lá!
Assim como toda gestante de 1ª viagem, estava eu toda ansiosa, curiosa, com medo, com vontade que toda a gravidez passasse rapidamente para poder ver o meu bebê.
Aos 18 anos qualquer coisa ainda é novo, quando mais uma gravidez não é mesmo, mesmo assim tomei todos os cuidados que o médico pediu, fazendo assim todos os exames necessários.
Tudo corria bem com 6 meses fizemos o tal "MORFOLÓGICO" que supostamente poderia ver qualquer alteração, tudo Perfeito(Assim disse a médica).
Seguimos ansiosos com exames, enxovais e todo aquele ritual de mães. 
Quando faltavam uns 15 a 20 dias para o nascimento do meu filho, passei por mais uma ultra sonografia para ver se estava na posição correta, peso e ver se estava tudo ok, porem o medico naquele momento não me passou confiança nenhum, afinal nem ele mesmo conseguiu medir o batimento cardíaco do meu bebe naquele dia! questionei se estava tudo bem, ele disse que sim! - ESTÁ ÓTIMO PRONTO PARA NASCER!
Por acreditar naquilo que ouvir, mesmo não confiando muito, esperei e fui ate meu medico que me acompanhava.
Como todo obstetra ele disse que a partir daquele dia, qualquer data era o "dia".
Semanalmente passávamos com ele, e constantemente com dores,achando que estava sentindo as temidas "CONTRAÇÕES"(kkkkkk hoje descobri que aquilo não passava de cocegas,(hoje sei o que é a bendita contração, e não era nada o que senti na primeira gestação kkk). 
Enfim ele me disse que se ate dia 22.04 não nascesse seria feito uma cesariana (que para meu maior  desespero era pior do que o parto normal).
Depois de 3 dias de indas e vindas do hospital a 40 e poucos quilômetros de distancia da minha casa(já que minha cidade não tem maternidade, e todos são encaminhados a maternidade de cidades vizinhas) e com 41 semanas.
Fomos ao hospital, a ansiedade e o medo eram desesperadores, já que a pessoa aqui, nunca ficou internada na vida!
Chegando lá as 8 da manha, depois de exames, o medico resolveu fazer a cesariana, que só aconteceria anoite (pois devido 3 dias indo seguidos ao hospital e com fome, pois ia em jejum, resolvi comer nesse dia!) E pela minha linda esperteza não poderia ser feita por esse motivo.
Enfim entre milhares de acontecimentos não muito bons nesse dia, as 19:31 minutos, nascia aquele que mudaria minha vida, que tiraria meu sono e que nunca mais me deixaria comer! kkkk
As enfermeiras o levaram para o banho e quando o trouxeram, para eu conhecer, ele estava muito, mas muito , mas muito gelado, e roxinho, ate pedi que a enfermeira o tirasse dali e o cobrisse, pois estava muito gelado.( e a mesma ficou super brava comigo, pois ele poderia ficar mais tempo ali!)


Nunca em minha vida imaginaria que Bebês nascem com problema Cardíaco, isso pra mim (ignorante no assunto) era coisa de gente mais velha!
Meu bebê nasceu, e eu fui pro quarto, na ansiedade que ele viesse pra eu vê-lo, e pega-lo. porem isso não aconteceu e as 2 da manha vieram me avisar que só viria na manhã seguinte, que ele se encontrava com água no pulmão e que por conta disso ficaria em observação.
Como não sou medica né, não questionei, apenas esperei.
Na manha seguinte lá estava ele, todo de vermelho, lindo e gostoso. 
Mamava muito pouco, e dormia muito ( e eu achava que era coisa de bebê, afinal a ultima criança que conviveu comigo bebê já tinha 9 anos nessa época), mamava 2 minutos e dormia 3 horas.
Tinha as unhas Arroxeadas, e era cansado, respirava cansado. mas como disse mãe de primeira viagem, aos 18 anos...tudo é normal
Ele nasceu numa quinta feira anoite, veio pra mim na sexta de manhã. e sabado seria a alta!
Contando os segundos pra ir embora, malas arrumadas tudo pronto, eu já estava de alta, só faltava o bebê, quando o Pediatra entrou para examina-lo e dar aula, minha irmã que havia me acompanhado desde o nascimento, questionou o medico sobre os sintomas citados acima, e falou assim "o coração dele faz um barulho, é estranho" quando o medico examinou, me proibiu imediatamente de sair do hospital....


Dividirei o post em 2 partes pra não ficar tão Gigante! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário